O cinquentenário de Sgt. Peppers!

Abram alas que hoje o assunto é sobre The Beatles!

O disco que marcou o rock acaba de completar 50 anos e como toda música, certamente existe uma história por trás da composição de cada uma. Sgt. pepper’s foi um ícone psicodélico que misturou melodias desde o jazz até a música erudita, transformando o rock tradicional em um álbum repleto de cor e criatividade, um diferencial diante do que existe até hoje. Mas você sabe de onde vieram todos aqueles rostos da capa? E os segredos por trás dos pequenos detalhes de cada música? Então confere aí!

A parte que Paul McCartney foi o idealizador da banda fictícia representada no disco não é uma grande novidade. Mas você sabia que o tal Sargento Pimenta realmente existiu? Segundo a lenda, ele era o James Melvin, um lanceiro da rainha que participou da guerra dos Boers lá em 1881. No disco ele fazia parte de uma banda, mas na realidade nunca se achou o significado exato disso, já que ele realmente era apenas um soldado.

A ideia da capa também foi uma ideia de Paul, e pelo que se sabe, os ícones que aparecem nela foram colocados em uma lista com mais de 70 nomes citados por eles como seus ídolos! Além daqueles que aparecem, alguns foram retirados de última hora. Entre eles Jesus e Ganghi, ambos escolhidos por John e retirados, um pela declaração da popularidade Jesus x Beatles e o outro pelo receio de arranjar problemas com os indianos. Outro que quase apareceu foi o ator mexicano German Valdés, o irmão do seu madruga! Ele não autorizou a sua imagem na última hora e mandou a foto de uma árvore da vida pra colocar no seu lugar. “What a Fuck?” seria uma boa pergunta, na verdade a substituição que todos queriam era pelo irmão. Imagina ter o seu madruga na capa dos Beatles!

De todas as 57 pessoas que saíram na capa definitiva, apenas 5 ainda sobrevivem. Entre eles os dois beatles, Ringo e Paul. No grupo dos outros 3 tem o mestre Bob Dylan, o cantor Dion DiMucci e o escultor Larry Bell.

IMG_1193

Poderíamos falar por horas só da criatividade da capa, o que é pouco comum na maioria dos discos. Mas as próprias músicas possuem peculiaridades meio engraçadas. Sabia que no meio de todo esse conteúdo psicodélico e meio regado por LSD, eles pensaram em With a Little Help From My Friends como uma música para ser cantada por crianças? Pois então! E Lucy In The Sky With Diamonds, julgada por muitos como uma “viagem” dos músicos, veio de um simples desenho inocente da amiga de 4 anos de Julian, filho de John. Haja inocência na cabecinha desse público ouvinte!

Além de tudo, a primeira versão do disco acompanhava um envelope com auto-colantes e tatuagens que fixavam na pele com uma lambida básica. O agrado tinha como objetivo lembrar a infância, como aquelas tatuagens que vinham com chicletes e fizeram parte de muitas gerações. Para a infelicidade dos grandalhões, o conteúdo parou de circular por ser considerada uma despesa extra muito alta.

Mas como comemorar esses 50 anos? A melhor forma certamente é escutando o álbum novamente, então colocamos ele todo aqui pra você relembrar esse clássico! Não tão bom quanto escutar o disco original, já que a capa e todo o conteúdo fazem toda a diferença nessa obra, mas a música continua por aqui! Então feliz 50 anos de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band pra você!

Confira nossos posters de The Beatles clicando nesse link!